A importância do CRECI para a carreira do corretor de imóveis. 

imagem: Freepick

Regulamentada há mais de cinquenta anos, a profissão de corretor de imóveis possui algumas diretrizes para dar mais segurança ao profissional e seu cliente, dentre elas o credenciamento do (Conselho Regional dos Corretores de Imóveis). Além de obrigatório, o credenciamento oferece benefícios como:

Maior autonomia para realizar as transações imobiliárias:

Ao realizar os cursos indicados pelo Conselho, o corretor de imóveis conquista uma ampla formação para ingressar de fato ao mercado imobiliário como um profissional. Os cursos são uma parte importante no processo da conquista da carteirinha do CRECI, sendo fundamental que o corretor sempre se mantenha atualizado sobre temas que envolvem, aspectos jurídicos, matemática financeira e noções de arquitetura. 

Esses conhecimentos são necessários para que durante o dia a dia da profissão o corretor consiga lidar com todas as situações que podem surgir durante a venda ou locação de um imóvel. 

Credibilidade:

A aquisição de um novo lar ou escritório é uma etapa muito importante na vida de uma pessoal. Por esse motivo, é normal que o cliente comprador ou locador busque indicações e mais informações sobre o profissional que irá intermediar o negócio, e é justamente aqui que o corretor imobiliário corre o risco de perder grandes oportunidades por não ter o CRECI.

Afinal, ninguém vai querer correr o risco de depositar a confiança em um profissional que não está devidamente regulamentado. Outro ponto importante é que sem o CRECI a chances de um corretor conseguir trabalho em grandes imobiliárias é menor.

Maior capacitação:

O Conselho está sempre oferecendo cursos de aprimoramento aos corretores com CRECI. Quanto mais capacitação o profissional tiver, mais valor agregado para a imobiliária em que trabalho, para a sua carteira de clientes e principalmente para a sua carreira. 

Mas como obter o CRECI?

Buscando por formação:

O primeiro passo para tirar o CRECI é buscar um curso técnico na área de transações imobiliárias. Com duração mínima de dez a doze meses o curso já oferece toda base necessária para quem está começando no mercado imobiliário.

Agora para quem busca se aprofundar mais na profissão, o curso de Ciência Imobiliárias (quatro anos de duração) ou o de Gestão Imobiliária (dois anos de duração) são mais uma possibilidade de crescimento e aperfeiçoamento profissional.

O próprio CRECI de cada estado indica instituições com mais credibilidade para ambos os tipos de formação. Lembre-se que a instituição escolhida terá um impacto profundo na sua carreira. E caso o profissional opte por fazer o curso à distância (online), é importante que ele tenha comprometimento com seus estudos e que não disperse com facilidade. 

Colocando os conhecimentos em prática:

Assim como em outras profissões, o estágio é uma excelente forma de colocar os conhecimentos adquiridos durante o curso em prática. Além disso, com o estágio em uma boa imobiliária você vai conseguir ganhar mais experiência e segurança para atuar em um mercado tão competitivo.

Hora do registro:

Com o diploma em mãos, basta procurar o CRECI do estado que deseja atuar e seguir todas as orientações do órgão para que a efetivação do registro. Após isso, é só aguardar a aprovação do Conselho e aguardar a tão sonhada carteirinha do CRECI. 

Tenha em mente que por mais que a primeira vista o processo seja demorado, o registro do CRECI é fundamental para a construção de uma carreira de sucesso.