A Itália sempre foi referência em relação à arquitetura, o país apresenta um grande legado e pluralidade quando o assunto é arquitetura.

A seguir iremos mostrar algumas das características de um dos estilos arquitetônicos presentes na Itália, o estilo Toscano:

A arquitetura toscana tem origem nas construções típicas da Idade Média, época em que a maioria das construções era horizontal, de um ou dois andares, feita com paredes de pedras irregulares.

A casa tradicional da Toscana tem paredes grossas de pedra rústica ou de terracota, com portas e janelas de madeira. É bem simples em suas formas e representa o estereótipo de vida interiorana tranquila. O aconchego da casa de campo italiana serve de inspiração para projetos de arquitetura em que o objetivo é criar ambientes rústicos e confortáveis.

Esse estilo se parece muito com a arquitetura das casas no sul da França, que surgiram na época em que o império romano extrapolava os limites da Itália atual para regiões que hoje são França e Espanha — ou seja, faziam parte do mesmo território e tinham influências estéticas parecidas.

  • A pedra é onipresente na arquitetura  Toscana, em suas construções de séculos atrás podemos sempre encontrar esse elemento como principal elemento.
  • Tons quentes de marrom, verde, dourado, castanho-avermelhado e areia são emblemas do estilo toscano. Paredes com textura lembram a aparência de fazendas e residências italianas antigas.

  • No estilo toscano, os móveis devem ser simples e sólidos, com elegância funcional. A madeira é o principal elemento em móveis toscanos. Para o chão, pisos de terracota ou pedras são usados com mais frequência. Pisos de madeira rústica também podem fazer parte de uma sala toscana, mas carpete não faz parte.
  • Os italianos são apaixonados pela culinária e, por isso, a cozinha é o coração da casa. É onde os familiares e amigos se reúnem para compartilhas bons momentos e experiências.