Rosa Grena Kliass, considerada a dama do paisagismo brasileiro, é uma das arquitetas mais reconhecidas país afora quando o assunto é paisagismo.

Rosa graduou na FAU – USP e lá teve seu primeiro contato com o paisagismo, que ainda era pouco conhecido no Brasil, no final dos anos 60 ganhou uma bolsa de estudos nos Estados Unidos onde adquiriu experiência em planejamento paisagístico, do sistema de planejamento das áreas livres em escala regional, periurbana ou intraurbana, o que acabou por marcar muito sua carreira.

Criadora da Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas e autora de projetos importantes como a reurbanização do Vale do Anhagabaú e o Parque da Juventude, ambos em São Paulo; Também fez o projeto do Parque do Abaeté em Salvador.

A paisagista participou da elaboração do Plano Urbanístico e Paisagístico de Curitiba na década de 60 e estava presente na origem do Departamento de Parques e Áreas Verdes de São Paulo no governo Faria Lima.

Rosa contribui com a parte bibliográfica do paisagismo brasileiro, a mesma produziu livros e escritas notáveis para esta área que até então apresentava escassez e agora construí para a formação de jovens paisagistas.

Atualmente Rosa segue em pleno exercício profissional e estas são algumas de suas obras:

Referências:

Archdaily e Revista AU