Ao longo dos anos o mercado imobiliário mudou e se atualizou muito, com isso novas funções e figuras surgiram para atender as demandas deste mercado.

Isto posto, iremos falar sobre a função do consultor imobiliário. Se você acha que essa definição é apenas uma forma alternativa para chamar o corretor de imóveis, saiba que está muito enganado!

O fato é que muita gente confunde esses dois profissionais, que, apesar de terem algumas funções ligeiramente parecidas, têm trabalhos bem diferentes.

O corretor de imóveis

É um profissional o qual buscamos quando queremos adquirir um imóvel, podemos dizer que ele é o responsável por prospectar novos imóveis e possíveis compradores para eles, ou seja, é um profissional extremamente ligado à parte prática do mercado imobiliário.

Algumas das habilidades e responsabilidade do corretor de imóveis são: negociação, relacionamento com o cliente, domínio sobre as etapas de tudo que envolve uma transação imobiliária, assistência as visitas dos imóveis, saber avaliar os mesmos, saber nomear os pros e contras do imóvel

O Consultor de imóveis

Já o consultor de é responsável pela parte mais teórica que envolve a dinâmica do mercado imobiliário.

Entre as suas responsabilidades estão pesquisar imóveis e tendências, assim como analisar e estimar quais são as oportunidades do mercado imobiliário, ou seja, ele é o profissional que tem condições de dizer se o momento é favorável ou não para fazer uma transação.

Podemos dizer que a sua visão é bem mais abrangente e externa quando comparada com a que é exigida de um corretor de imóveis. Inclusive, as habilidades que são necessárias para esse tipo de profissional estão muito mais ligadas à parte estratégica e lógica, pois a sua principal entrega é a consultoria para construtoras, imobiliárias, corretores e clientes.

Portanto, o consultor imobiliário precisa saber fazer previsões de médio e longo prazo para que seus diagnósticos consigam orientar seus clientes da melhor maneira possível.