Os grafites estão pelos centros urbanos de todo o mundo. Geralmente, da porta para fora de casa. Mas essas letras, desenhos, manifestações artísticas, coloridas ou não, estão cada vez mais entrando nos lares dos brasileiros. Muitas vezes são destaque nos ambientes, substituindo quadros e papéis de parede.

Muito se engana quem pensa que o lugar do grafite é apenas nos muros, monumentos e vagões de trem. A tendência dessa arte dentro das casas mostra a cada dia que veio para ficar. Seja na sala, nos quartos, no hall de entrada ou em qualquer outro ambiente, o grafite é uma ótima escolha quando se deseja mostrar a personalidade e o estilo de quem vive naquele local. Além disso, é uma excelente maneira de dar vida e quebrar um pouco daquele ar de seriedade.

Antes de decidir pelo estilo do grafite e o profissional que fará a execução, é importante analisar o estilo do morador. Assim, é possível entender se obra deve expressar figuras abstratas, frases, desenhos de filmes ou mesmo séries famosas.

Para não errar na mão e deixar o ambiente pesado e com muita informação, é indicado que apenas uma parede receba o grafite. O ambiente precisa estar em harmonia com o todo, para que os moradores não se cansem do desenho. É interessante que os móveis tenham linhas retas e cores clean.

Quem mora em um imóvel alugado ou mesmo por algum motivo não pode aplicar o grafite diretamente nas paredes não precisa ficar de fora. É possível aproveitar toda a beleza e estilo do grafite em um projeto de decoração utilizando outros artifícios como quadros decorativos e pôsteres. Além disso, apostar em objetos decorativos que remetem ao universo hip hop e do grafite também são uma ótima pedida.

Outra aplicação bem legal do grafite na decoração é em quartos infantis. Ele pode ser utilizado no lugar do papel e adesivos de parede. Além de deixar o ambiente com um visual incrível, eles são mais duráveis e por esse motivo são uma excelente escolha para decorar quartos infantis.

 

Referências: revista.zap e quadrosdecorativos.net